quinta-feira, 28 de julho de 2011

Salada de Fusilli ao creme de leite


Rende 4 porções
Massa:

500g de macarrão fusilli(parafuso)

Molho:

1cx de creme de leite
2 colheres de sopa de azeite extra virgem
1/2 limão
1/2 cebola cortada em cubinhos bem pequenos
1/2 pimentão cortado em cubinhos bem pequenos(pode ser da cor que quiser)
umas pitadas de Cheiro verde picadinho
passas sem sementes
1/2 lt de milho cozido
1 cenoura média ralada
sal a gosto
gergelim preto

Modo de preparo:
Cozinhe a massa em água fervente com um fio de óleo e um pouco de sal até ficar al dente. Escorra e lave a massa.Em uma travessa coloque a massa e vá misturando todos os ingredientes 'do molho começando pelos líquidos,devagar. No final experimente para ver se está bom de sal. Salpique gergelim por cima.
Bom apetite!!

Sugestão:Sirva com um bom vinho branco,aconselho um Chardonay.

O início




Era uma vez...
não, brincadeirinha! Comecei a conhecer e me interessar mais sobre o Vegetarianismo em maio de 2004, quando conheci o Marcelo,ele já era vegetariano há muitos anos e me colocou a pulga atrás da orelha, como todo bom professor deve fazer. A partir daí, comecei a pesquisar, ler e me interessar mais pelo assunto. Descobri, no sentido original mesmo da palavra:"Tirar o véu que cobre,deixar ver,perceber"- o que está a nossa frente o tempo todo e não enxergamos, pois esse véu camufla,disfarça o que está por trás, ou porque é mais fácil nos mantermos com a mesma postura de sempre, ou porque fomos ensinados assim.
A mudança de hábitos,de atitude exige primeiro mudança de pensamento e isso só se dá se a própria pessoa o desejar. E para não mudarmos,inventamos um milhão de desculpas para vários problemas da vida.
Hoje sei que a minha escolha em assumir uma postura Vegetariana só me traz benefícios, seja com a minha consciência em relação aos animais, seja com o nosso planeta(atitude sustentável),seja com a minha saúde.

Aliás,minha mãe conta uma história da minha infância (aos 3 ou 4 anos de idade) de que eu sempre chorava quando alguém arrancava uma folhinha de uma árvore ou uma florzinha e eu dizia que ela deveria estar chorando e sentindo dor,ficava com dó da plantinha...na verdade,acho que nasci vegetariana.

Em 2008,fiz um ano de YOGA.Esse sítio em Araruama que minha turma visitou tinha uma horta orgânica.Foi a primeira vez que vi um pé de abacaxi.Imaginem,fiquei deslumbrada!